Pesquisar no blogue

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Construindo uma maternidade...

Uma maternidade para cães, claro!...

Na expectativa de, a qualquer momento, a nossa querida Sasha (cadela) entrar em trabalho de parto, tivemos de meter mãos à obra e construir uma maternidade onde ela pudesse ter os seus filhotes com muito conforto e proteção.

Depois de muitos anos de experiência com cães, chegamos à conclusão que o colchão mais adequado a um dogue alemão é... um colchão de cama de solteiro! É o único colchão, até agora testado cá em casa, onde estes gigantes se podem esticar à vontade e deitar, sem criarem os chamados "calos".
Usando então o colchão de cama de solteiro da Sasha (gentilmente cedido há uns anos por um amigo em mudanças) como base, tivemos de construir uma estrutura de madeira à volta do colchão, que permitisse criar um resguardo de forma a que os cachorrinhos não pudessem sair desta zona.




Além disso, também colocamos umas proteções cilíndricas, dentro da estrutura de madeira, de forma a que quando a Sasha se encostasse à lateral da caixa, sobrasse um pequeno espaço para os cachorros não ficarem esmagados entre ela e as paredes. Para isso utilizamos... varões de cortinas! :)






E aqui está a estrutura quase pronta, com a sua futura utilizadora a inspecionar os trabalhos:


Trabalho pronto, uffa!





E aqui está a maternidade completa: o colchão coberto com um lençol impermeável a protegê-lo e com uma manta quentinha por cima, e a estrutura de madeira envolvente onde o colchão encaixou perfeitamente.
Além disso, acrescentei 2 lâmpadas de aquecimento por cima do colchão, para manter a mãe e filhotes bem quentinhos durante as noites frias de Inverno.



E ao fim de alguns dias tive a honra de assistir ao momento mágico do parto da Sasha, com alguns percalços pelo meio, mas aqui está ela com a sua filhota, feliz dentro da maternidade. 

É linda, não é? :)



2 comentários :

Sílvia disse...

Tãããooooo fofaaaa!!! Fiquei com lágrimas nos olhos de tanta emoção e com vontade de a apertar e dar-lhe milhões de beijinhos!

Lisa disse...

Acredita que dá mesmo vontade de pegar nela e espremê-la toda de tão fofa que é!! :) Mas ela não gosta (e reclama!), só quer estar à beira da mãe, lol. Está a ficar cada vez mais bonita :)