Pesquisar no blogue

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Almoço no D'Gema e uma voltinha no Jardim Botânico

Há restaurantes que são verdadeiros fenómenos de popularidade, é o caso do D'Gema. Sempre que passo lá à noite vejo filas de gente à espera de mesa, e isto intriga-me! Um destes sábados, passamos pela rua do Almada à hora de almoço e aproveitamos que o restaurante estava relativamente calmo (havia uma ou 2 mesas livres, uau!) e lá fomos experimentar.


O espaço por fora não chama muito a atenção, apesar do bom gosto da entrada, que penso já vir do tempo em que aqui funcionava um outro restaurante (o "Romeu e Julieta"). Mas lá dentro, o que se destaca são sem dúvida os abajours dos candeeiros feitos em papel machê e que representam os nomes dos hamburgueres disponíveis no menu, e que são inspirados em expressões portuenses (carago!).


Exemplo de um abajour inspirado na expressão popular "Traz água no bico".
Outro exemplo: "Ai o morcão" (só quem é do Norte é que percebe, lol).

O menu, com os nomes dos pratos inspirados em expressões populares do Porto.

Os nossos hambúrgueres, muito bem servidos e deliciosos!

Para digerir este belo repasto, e aproveitando o resto da tarde, fomos conhecer a recém inaugurada Galeria de Biodiversidade do Museu de História Natural e de Ciência da Universidade do Porto, no antigo edifício da Casa Andresen. Apesar de renovado, para mim visitar este espaço foi uma viagem ao passado. Hoje em dia não se imagina, mas até há uma série de anos atrás, este era um dos edifícios da Faculdade de Ciências onde eram lecionadas diversas cadeiras, e eu tive o privilégio de estudar aqui durante alguns anos. Já nessa altura o edifício tinha o seu encanto, mas estava um pouco degradado, e adaptado à atividade pedagógica. 










A envolver o edifício, encontra-se o Jardim Botânico do Porto, uma área verde enorme com imensas zonas de vegetação específica para conhecer. 
Passam-se assim umas boas horas a explorar, sem dar por ela...








Sem comentários :