Pesquisar no blogue

domingo, 28 de agosto de 2011

Rectângulos de figo com um toque de anis

Um dos frutos da época é o figo. Adoro figos!! Super doces e suculentos, é a forma da Natureza nos dar uma sobremesa pronta a comer. Contudo, as figueiras cá de casa são tão generosas que eu já tropeço em figos! Uma óptima atracção para nuvens de abelhas e vespas, o que não é nada agradável… O problema desta fruta é que depois de apanhada convém ser logo consumida, isto é, não podemos deixar passar mais do que 1 ou 2 dias senão apodrecem, um desperdício!

Os meus figos. Têm bom aspecto ou não?! =))

Assim, lembrei-me de experimentar uma receita que já tinha visto num blog que eu acompanho quase religiosamente: Fat Free Vegan Kitchen. Já agora, uma pequeno aparte: quem abrir esse blog vai ver uma das receitas mais recentes (de 25 de Agosto), “Skillet Eggplant and Lentils”, que foi o meu almoço de sábado e ficou delicioso! Prometo esse post para daqui a uns dias =) Bem, regressando aos figos, a receita original está aqui: Skinny Figgy Bars.

Recheio:
- 225g de figos secos (usei frescos)
- 100g de tâmaras picadas
- 1 colheres de sopa de amêndoas laminadas
- 2 gotas de extracto de anis (usei uma estrela de anis)
- 1 colher de sopa de adoçante líquido
- 2 colheres de sopa de água (não usar no caso de figos frescos)
- 1 colher de sopa de sumo de limão
- ¼ de colher de chá de canela
- 1/8 de colher de chá de gengibre

Retirar os caules dos figos secos ou retirar a pele no caso de se usar figos frescos. Colocá-los numa picadora, juntamente com as amêndoas e as tâmaras, e picar até formar uma pasta. Adicionar os restantes ingredientes e picar mais um pouco para misturar bem. Reservar.
Pré-aquecer o forno a 180ºC.

Crust”:
- 2 chávenas de flocos de aveia
- 1 colher de chá de fermento
- ¼ colher de chá de sal
- 120ml de sumo de maçã
- 3 colheres de adoçante líquido
- ¼ chávena de água

Combinar os flocos de aveia, o fermento e o sal, misturar bem. Adicionar os restantes ingredientes da “crust” e mexer bem.

Numa forma quadrada ou rectangular pequena, colocar metade da mistura de “crust”, e pressionar com os dedos ou uma colher de pau. Despejar o recheio de forma uniforme por cima desta “crust”. Adicionar novamente uma camada de “crust”. O resultado é uma “sanduíche” do recheio de figo.
Levar ao forno por 30min ou até ficar dourado.
Retirar do forno e deixar arrefecer antes de cortar em barritas ou rectângulos.

Icing (opcional)
Esta parte dispensei, pois achei que algo feito com figos e tâmaras não precisa de mais açúcar! Mas para quem quiser que as barritas tenham um efeito visual mais interessante…
Misturar 3 colheres de sopa de açúcar em pó com ½ ou 1 colher de sopa de água. Adicionar um pouco de baunilha, ao gosto. Deitar por cima do “bolo” antes de cortar.

Resultado

Ficaram deliciosos! É uma óptima forma de gastar os figos que estiverem a dar as últimas. Mas atenção, quem fizer com figos frescos (sem ser secos), pode acontecer que as barritas não fiquem muito sólidas, daí lhe ter chamado “Rectângulos”! Neste caso, pode-se optar por se usar uma tarteira em vez da forma quadrada/rectangular, e servir em fatias como uma tarte, acompanhadas de uma bola de gelado de baunilha, penso que deve combinar muito bem.
Outra observação: o anis dá um toque muito interessante à mistura de figos. Quem apreciar pode exagerar mais um pouco, usando 2 estrelas em vez de uma.
Este é um doce muito original para a época natalícia / fim-de-ano, usando os figos secos que sobram (se sobrar?!) das festanças.

1 comentário :

Silvia disse...

Ai, ai, as tuas figueiras, quando me sentava nos ramos e comer quilos e quilos e até te esquecias que eu ainda estava em tua casa...